Friday, February 15, 2008

Coisas XXVIII

Não fuja de mim
ó tempo passageiro
eu te quero tanto
que nem sei...
se devo continuar
a te querer
como costumo fazer
faz tanto tempo
que tudo aconteceu
enquanto eu brincava
de desenhar nas nuvens
você fez chover
no meu sonho.

Toti Paliano, February 13, 2008.

1 comment:

martha barbosa said...

entrei no teu blog através do meu. Nossa, , tuas poesias são lindas, adorei, amor e matemática , é de tocar na alma. me blog é marthacorreaonline.blogspot.com. Um abraço